Escolha uma Página
5 Dicas Para Atrair Mais Clientes e Vender Todos os Dias

5 Dicas Para Atrair Mais Clientes e Vender Todos os Dias

Como atrair mais clientes? Essa é uma pergunta bastante recorrente entre empresários dos mais variados setores, afinal, todos querem ter um público sólido e crescente para o desenvolvimento do seu negócio.

Diante disso, muitos empreendedores recorrem às mais variadas estratégias para conseguir atrair mais clientes para o seu negócio e o marketing digital tem sido uma forma bastante utilizada, e com excelentes resultados. Sendo assim, há diversas ações e plataformas que podem ajudar a conquistar o público e, consequentemente, gerar mais lucros para a empresa.

Frente a isso, separamos algumas maneiras de atrair mais clientes utilizando o marketing digital a esse favor.

Atrair Mais Clientes Usando o Marketing Digital

Todo empresário, seja de qual segmento for e independente do porte da empresa, deve se atentar aos benefícios do marketing digital. Aliás, hoje em dia, essa estratégia é uma das mais vantajosas quando o assunto é atrair mais clientes.

Diante de sua importância separamos algumas formas de utilizá-la. Acompanhe.

1 – Blog Corporativo

Blog Corporativo

Para atrair mais clientes, o blog corporativo é fundamental, pois vai oferecer conteúdo qualificado para o público ávido por informação. De maneira frequente e com textos de qualidade é evidente que os clientes serão magnetizados para a página e, consequentemente, se sentirão confiantes em comprar produtos que ali são oferecidos.

Como disse o fundador da Microsoft, Bill Gates “O conteúdo é rei”.

2 – Mídias Sociais

Mídias Sociais

Em se tratando de novas formas para atrair mais clientes, não podemos deixar de mencionar às mídias sociais. Facebook, Instagram e Twitter são as plataformas mais acessadas por milhões de brasileiros.

Hoje em dia, jovens, adultos e a melhor idade tem um smartphone e, minuto a minuto, costumam visualizar as atualizações dessas redes. Sendo assim, ter um marketing da empresa e/ou do produto nesses locais é uma excelente maneira de conquistar fãs e público.

No entanto, para trabalhar com as mídias sociais e para que o marketing dê certo nessas plataformas é necessário, antes de mais nada, conhecer o público que deseja atingir, produzir conteúdo que mantenha uma propaganda implícita e impulsionar as ações usando estratégias específicas.

Sabendo usar essas redes em prol do seu negócio, em pouco tempo irá atrair mais clientes em potencial.

3 – SEO

SEO Target

Quem não deseja que sua empresa apareça em primeiro lugar no Google? Isso pode acontecer, mas é preciso um trabalho técnico, mais detalhado, conhecido como otimização ou SEO. Essa sigla significa que o produtor de conteúdo terá que, de forma estratégica, colocar as palavras certas, nos lugares certos dentro do texto.

Esse profissional vai identificar palavras-chaves que são mais usadas dentro do segmento no qual a empresa está inserida. Assim, ele as distribuirá em pontos específicos do texto e em uma quantidade significativa para que o Google as identifique e, dessa forma, vá ranqueando o texto para as primeiras posições de busca.

Esse tipo de trabalho traz excelentes resultados e serve para atrair mais clientes a longo prazo.

4 – E-books

Ofereça Ebook

Dependendo do ramo de atividade da empresa, muitas pessoas desejam saber sobre o produto e o segmento. Sendo assim, é válido oferecer ao público um conteúdo gratuito que, além de informar, vai trazer contatos (Leads) para a sua lista de clientes.

Nesse caso, são bem-vindos, e-books, webinários, infográficos, vídeos, podcast e demais materiais como esses, também chamados de Iscas Digitais, que vão atrair o interesse do público entregando conhecimento e entretenimento.

5 – E-mail Marketing

Estratégia de Email Marketing

Outra forma de atrair mais clientes é utilizando o e-mail marketing. Tenha sempre em mente que e-mail marketing é diferente de spam. No primeiro caso, a pessoa já entrou no seu site e autorizou o envio de informações da loja e/ou empresa por meio de e-mail.

Na segunda situação, a propaganda não é autorizada, isto é, chega até a caixa de entrada do indivíduo sem que ela queira saber sobre aquilo ou tenha o mínimo de interesse. O descarte é certo.

Tendo em vista que a pessoa autorizou o recebimento de informações da sua empresa, essa é a oportunidade de estreitar a relação com o cliente oferecendo benefícios, vantagens, informações úteis, produtos diferenciados, promoções, brindes e demais estratégias que vão fidelizar, ainda mais o público.

No entanto, é importante não ser insistente, ou seja, mandar e-mail marketing todos os dias ou de hora em hora. Seja cauteloso com isso e estipule um prazo seguro e agradável para o seu disparo.

DICA BÔNUS

Curso e Mentoria Online

Se você deseja atrair mais clientes, posicionar o seu produto/serviço na internet, ter um plano de ação digital eficaz uma boa estratégia é dedicar um pouco do seu tempo para aprender métodos, técnicas e táticas utilizadas por grandes players do mercado de Marketing Digital. Com isso você ficará atualizado com as sacadas para impulsionar o seu negócio no digital.

Aproveite o seu tempo e aprenda um método fácil de aplicar para potencializar seus resultados online. Aprenda a promover suas postagens no Facebook e Instagram, sem medo de investir errado. Clique no link e participe das Lives!

Como Criar Uma Presença Online Marcante Para a Sua Empresa

Como Criar Uma Presença Online Marcante Para a Sua Empresa

Segundo informações do Google, 97% dos consumidores utilizam a internet para pesquisar negócios locais. Se a maioria dos seus futuros clientes estão online, o seu negócio também deve estar.

A presença online é um importante pilar do Marketing Digital porque reforça sua marca e o que você oferece para o seu mercado.

Muitos empresários, quando iniciam no Marketing Digital, não sabem como construir uma presença online marcante para o seu negócio e publicam conteúdos apenas sobre PRODUTO, PREÇO e PROMOÇÃO.

Essa sem dúvida não é uma boa estratégia! Ou você vende bem, apenas com esse tipo de postagem???

Sabemos que esses três P’s são antigos conhecidos do universo do Marketing (os outros são PRAÇA e PESSOAS), mas quando falamos em vendas na internet é preciso ir além.

Manter uma presença online constante nas redes sociais não é uma tarefa fácil, mas também não é nenhuma engenharia de foguete.

Devido à falta de tempo e orçamentos mais apertados, sei que fica bem complicado para Micro e Pequenos Empreendedores produzirem novos conteúdos todos os dias.

Se você deseja iniciar o desenvolvimento do conteúdo para o seu negócio, ou terceirizar todo esse processo, preste atenção na dica a seguir.

Vou ensinar como é possível com apenas um novo conteúdo por semana (artigo, vídeo, infográfico) criar uma forte presença online nas redes sociais.

O que é uma Presença Online?

A presença online de uma marca é como ela aparece e se comporta no mundo Digital.

Vai muito além de ter um site e uma conta do seu negócio no Instagram. Presença online é como você/sua marca se comunica com os atuais e futuros clientes.

O “tom” que é utilizado nos textos e vídeos publicados, se utilizada Gifs animados ou precisa uma abordagem mais séria, quais as redes sociais que que o seu público utiliza e também a frequência de publicações.

Quem Não é Visto, Não é Lembrado

Presença Online Invisível

Esse é um ditado antigo, que funciona muito bem até hoje, principalmente para o Marketing Digital.

Partindo desse princípio, devemos marcar presença em todos os cantos que o nosso público circula. As redes sociais são grandes avenidas, cheias de novas oportunidades circulando, todos os dias.

Mas não se preocupe! Você não precisa mobilizar uma super equipe de jornalistas para produzir novos conteúdos diariamente e construir uma presença online relevante na timeline do seu futuro cliente.

Você precisa chamar a atenção das pessoas certas.

Eu sempre falo que todo conteúdo desenvolvido DEVE ser publicado e impulsionado (isso mesmo, pagar $$$) nas redes sociais com o intuito de impactar o seu cliente ideal e gerar tráfego qualificado.

Uma das grandes vantagens de utilizar o Facebook, como plataforma principal, para propagar conteúdo é a possibilidade de criar anúncios online, com uma excelente segmentação de público.

Para dominar a estratégia você precisa detalhar bem as Personas e alinhar com o conteúdo que será distribuído. Se você ainda não aproveita essa ferramenta do Facebook, confira o post no qual eu ensino o passo a passo de como criar uma Audiência Personalizada.

Conheça o Método 444

Alguns anos atrás, em um conteúdo da Rockcontent (na minha opinião a melhor agência de Marketing de Conteúdo do Brasil), ouvi sobre o Método 444. Esse método, consiste em repostar o seu conteúdo com pequenas alterações, 4 vezes,  com a seguinte distribuição:

  • 4 dias diferentes;
  • 4 horários diferentes;
  • 4 chamadas diferentes (imagem e título).

Essa foi uma sacada que incorporei na COELHO Marketing assim como para todos os clientes que atendemos, para ampliar a presença online, maximizar os resultados em vendas e levantar excelentes informações sobre os cliques e seguidores.

Informações importantes para o desenvolvimento de novos conteúdos e otimização dos mais antigos. É com base nesses dados que descobrimos os seguintes detalhes:

  • Qual tipo de imagem chama mais atenção;
  • Título com maior atração;
  • Melhores dias e horários para publicação;
  • Assunto que gera maior engajamento;
  • CTA com melhor conversão.

Após analisar os itens acima, em detalhe um a um, a sua produção de conteúdo ficará muito mais fácil e assertiva. Certamente, como consequência, o seu negócio terá uma excelente presença online nas redes sociais.

Evoluindo e Aplicando o Método

Método para evoluir a Presença Online

Depois de muito tempo aplicando o Método 444, eu ainda não estava satisfeito. Foi quando resolvi complicar um pouco mais as coisas. 😛

Complicar não era a minha intenção e sim organizar um sistema que proporcionasse uma presença online para qualquer tipo de negócio, produzindo apenas um novo conteúdo por semana.

Assim nasceu o Método 555. A ideia é a mesma do método anterior porém, com mais um repost:

  • 5 dias diferentes;                     
  • 5 horários diferentes;
  • 5 chamadas diferentes (imagem e título).

Complicou porque no Método 555 temos que criar mais ideias de títulos, chamadas e imagens. Nada que 30 minutos de brainstorm com a sua equipe não resolva.

Evolui esse método pelo simples motivo de preencher a semana (segunda a sexta) com postagens nas redes sociais, nesse caso o Facebook.

Para você entender melhor preparei essa planilha que explica como utilizar o Método 555. Para quem ainda vai iniciar a sua estratégia de Marketing de Conteúdo, apenas depois do 4º post será possível preencher toda a semana.

  • Conteúdo 1
  • Conteúdo 2
  • Conteúdo 3
  • Conteúdo 4

Tabela Método 555 de postagem

Sobre o melhor horário para postar, vai depender do seu público. No início publique em diversos horários diferentes, para testar o engajamento. Com o tempo você terá dados suficientes sobre as pessoas para saber qual é o melhor horário.

Lembre-se de analisar todas as publicações. Como todo conteúdo deve possuir uma chamada para ação (clique, ligue, assine, compre, curta, compartilhe, etc), invista nos posts com as melhores taxas de conversão.

É muito importante promover essas publicações para gerar tráfego e também ter maior volume de dados, para conseguir uma análise completa da estratégia adotada. Uma dica é utilizar a proporção 70/30 (70% do investimento em campanhas e 30% em impulsionamento), mesmo se o seu orçamento for de R$10,00 por dia.

Agora que você já conhece o Método 555, como aplicar e os seus benefícios, organize suas postagens e confira como potencializar a presença online do seu negócio.

Invista agora mesmo mais alguns minutos do seu tempo e participe das nossas Lives para aprender a promover o seu negócio no FacebooK e Instagram, com inteligência mesmo com pouco investimento. Clique agora no link e cadastre-se grátis.

10 Vantagens do Marketing de Conteúdo para Vender Mais

10 Vantagens do Marketing de Conteúdo para Vender Mais

Nos últimos meses estive em contato com vários empresários, principalmente de micro e pequenas empresas, e identifiquei uma DOR latente e recorrente em praticamente todas as conversas.

Como encontrar o meu cliente?

É um desafio comum entre os empreendedores de diversos nichos de mercado (produtos ou serviços). E a minha resposta é sempre outra pergunta:

O quê você faz para o seu cliente te encontrar?

Para essa pergunta eu tenho uma lista de respostas. Na minha opinião, e de inúmeros profissionais do Marketing Digital, uma das melhores respostas, sem dúvida, é o uso do Inbound Marketing para ATRAIR, CONVERTER, FECHAR e ENCANTAR novos clientes, todos os dias.

Fluxograma da Consultoria de Vendas e Marketing Digital

Você ainda não sabe o que é Inbound Marketing e como aplicar no seu negócio para vender mais? Leia esse post que explico cada etapa dessa excelente estratégia de vendas online.

Uma estratégia de Marketing de Conteúdo bem-sucedida consistente na entrega de conteúdo de qualidade, útil e compartilhável. Sem conteúdo, não há nada para medir/otimizar e nada para compartilhar nas redes sociais.

Ou você ainda acredita que posts de produto, preço e promoção é a solução para vender mais!?

Resultados rápidos, sem dúvida, não é uma das vantagens do Marketing de Conteúdo.  Não é algo aplicável se você deseja resultados rápidos, isso nós deixamos para a Publicidade. Um bom planejamento de Marketing Digital é desenvolvido e executado em longo prazo.

É preciso números (dados) para conseguir entender bem o fluxo de consumo dos seus conteúdos pelo público. Saber quais tipos de imagens são mais chamativas, quais títulos despertam mais a atenção do leitor e qual tema é mais relevante.

Paciência, persistência e resiliência são qualidades necessárias para todos que iniciam a sua caminhada no DIGITAL. Devido a nossa cultura nas redes sociais, muitos empresários, se preocupam somente com as “métricas da vaidade” (curtidas e seguidores) porém, acabam se esquecendo das métricas de conversão.

Não importa se você vende para empresas (B2B), diretamente para consumidores (B2C), serviços ou produtos o seu negócio precisa aproveitar as vantagens do Marketing de Conteúdo.

Se você ainda possui alguma dúvida sobre incorporar uma estratégia de Inbound Marketing para atrair mais clientes e começar a vender mais e melhor todos os dias…

Confira as 10 Vantagens do Marketing de Conteúdo para a sua empresa:

1 – Amplia a visibilidade da marca

Aumentar a visibilidade da sua marca é uma das vantagens do Marketing de Conteúdo. Como você irá publicar novos artigos periodicamente (diário, semanal, quinzenal…), esses conteúdos serão disparados nas listas, publicados nas redes sociais e assim o seu negócio passa a ser visto por mais e mais pessoas.

2 – Desenvolve relacionamentos com o seu público

Diferente de postar apenas produtos, serviços e promoções, ao utilizar o Inbound Marketing você cria uma forte ferramenta de relacionamento direto com o público.

3 – Melhora a consciência e o reconhecimento da marca

Não basta estar presente, tem que ser lembrado! Fazer com que consumidor se lembre da marca é muito importante, e as razões pelas quais a marca deve ser reconhecida devem ser sempre positivas.

4 – Fideliza e aumenta a confiança com seus clientes atuais e futuros

Em qualquer tipo de relacionamento, quanto mais se conhece e entende a outra pessoa, fica mais fácil confiar nela. No Marketing de Relacionamento é a mesma coisa, como você irá publicar conteúdo relacionado com o seu mercado e produto/serviço, o seu novo contato passa a conhecer mais sobre o seu negócio.

5 – Constrói credibilidade e autoridade

Uma das maiores vantagens do Marketing de Conteúdo é a criação da Autoridade. Com autoridade tudo fica mais fácil, inclusive vender mais. O objetivo final do Marketing Inbound é transformar clientes em divulgadores da marca, e isso acontece muito mais fácil quando você/seu negócio é considerado uma autoridade no assunto.

6 – Posiciona seu negócio como especialista em seu mercado

No processo de educar e ajudar seus futuros e atuais clientes em resolver seus problemas, dúvidas e objeções, você começará a ser visto como referência no seu nicho.

Você deve estabelecer o seu negócio como uma fonte confiável, engenhosa e legítima de informações sobre o seu mercado.

7 – Gera tráfego para seu site/blog

Pense em cada conteúdo novo publicado como um ATIVO para o seu negócio. A cada novo post no blog, uma nova palavra-chave é indexada para futuros clientes encontrarem o seu negócio nos mecanismos de buscas (Google, Yahoo, Bing…).

8 – Abre mais um canal de comunicação

Além dos comentários nas redes sociais os comentários diretos no blog é mais um excelente canal de contato com o seu público.

Fique de olho nos comentários, para não deixar nenhuma pergunta sem resposta.

9 – Ajuda seu cliente no processo de decisão de compra

Ter um Funil de Vendas bem desenhado e conhecer as etapas que o seu cliente percorre, da descoberta até o momento da compra, é mais uma das vantagens do Marketing de Conteúdo.

10 – Alimenta as listas de e-mails

De acordo com o relatório Hubspot’s 2017 State of Inbound Marketing, mais do que o dobro do número de entrevistados citou as vantagens do Marketing de Conteúdo como principal fonte de novos contatos (Leads). Construir uma lista de e-mails por meio de conteúdo é um ativo fantástico para vender mais e melhor.

Além disso, negócios que investem em blogs são 10 vezes mais favoráveis a desfrutar um Retorno sobre Investimento (ROI) POSITIVO.

Com todos esses benefícios, por que é tão difícil para os proprietários de micro e pequenas empresas se beneficiarem das vantagens o Marketing de Conteúdo?

Os maiores desafios das pequenas empresas são:

  • Determinar objetivos claros para o Marketing de Conteúdo;
  • Focar em um público-alvo bem definido e entender detalhadamente seus problemas;
  • Ter tempo e recursos suficientes para produzir conteúdo;
  • Desenvolvendo uma Linha Editorial e um Calendário de Publicação;
  • Saber onde publicar seu conteúdo e como alcançar seu cliente ideal;
  • Medir a eficácia do conteúdo produzido.

Conheça intimamente a sua Persona! Faça isso primeiro caso contrário, os esforços do Marketing de Conteúdo podem ser uma perda de tempo e dinheiro.

Seja realista em quanto tempo você pode gastar no marketing de conteúdo com base em seus recursos. Se você não tiver o tempo, considere a terceirização para alguém que pode produzir o conteúdo e distribuí-lo para você.

Certifique-se de supervisionar o processo.

Republique e “impulsione” seus conteúdos em diferentes redes sociais. Com apenas um post por semana é possível preencher todos os dias da semana com reposts de conteúdo com uma boa programação.

Sempre envie os conteúdos para as listas de e-mails. Ainda não constrói lista de e-mails!? Não espere mais para começar esta estratégia e se beneficiar das vantagens do Marketing de Conteúdo.

Se você quer uma ajuda para potencializar o seu negócio na internet para vender mais e melhor, clique no link, cadastre-se na live e descomplique o marketing digital do seu negócio.

 

7 Dicas Imperdíveis de Marketing Digital para Pequenas Empresas

7 Dicas Imperdíveis de Marketing Digital para Pequenas Empresas

Não é difícil perceber que os consumidores estão saindo cada vez menos de suas casas para realizar suas compras.

Até mesmo as pessoas que ainda possuem receio dos pagamentos online usam esse meio para as suas pesquisas e comparações de preço, por isso é impossível fechar os olhos para a importância do Marketing Digital para pequenas empresas.

Existem diversas formas de realizar um bom Marketing Digital para pequenas empresas, os caminhos mais comuns são:

  • Websites;
  • Otimizações para buscadores (SEO);
  • E-mail marketing;
  • Campanhas de vendas nas Redes Sociais;
  • Aplicativos para celular;
  • entre outros…

Essas são dicas importantíssimas para desenvolver um bom Marketing Digital para pequenas empresas e devem ser conhecidas por todos os empresários, principalmente para os que desejam multiplicar seus resultados e bater as metas de vendas. Abaixo veja o que um empreendedor, sócio de uma micro ou pequena empresa, deve estruturar para o seu negócio.

7 Dicas de Marketing Digital para Pequenas Empresas

 

1 – Um bom site

No mundo da internet um site é visto como a vitrine principal do seu negócio, boa parte das ações realizadas pelo Marketing Digital para pequenas empresas levarão os clientes até lá, o comentário de alguém e até os cartões de visitas deixados propositalmente em algum local podem gerar tráfego para o site.

Para enxergar o quão importante é um bom website nesse processo, lembre-se de quando era apenas um consumidor, com certeza uma página bem estruturada, com fácil acesso já ajudou na sua decisão de fechar um negócio.

2 – Tenha um plano de negócio

Para dar certo é preciso planejar! Em qualquer tipo de empresa é extremamente importante a criação de um plano de negócio muito bem desenvolvido. E isso só acontece quando a marca conhece bem o seu público, compreende as suas características e quais os produtos/serviços mais procurados por eles.

É hora de pensar na divulgação, lembrando que investimento é mais do que o dinheiro gasto em suas estratégias. O bom investimento também está ligado ao planejamento, execução, monitoramento e a otimização de ações. Não esqueça que o seu resultado é a resposta do seu esforço, então tenha em mãos um planejamento impecável.

3 – Redes sociais também são redes de trabalho

Instagram, Twitter, Facebook, Snapchat, Linkedin e as demais redes sociais são mídias indispensáveis para o bom desenvolvimento de um Marketing Digital para pequenas empresas.

As pessoas vivem a maior parte do seu tempo por lá, então não há melhor maneira de interagir e chamar atenção para o seu negócio.

Para os que não tem muita proximidade com o Marketing Digital é recomendado ajuda de especialistas, para que a interação da marca seja feita corretamente, porque um bom conteúdo é mais do que apenas texto, é toda uma estratégia com o monitoramento correto para gerar bons resultados.

É preciso encontrar a rede social correta para a interação do seu empreendimento com o público alvo. E lembrar que nesse meio as vendas devem ser feitas sutilmente. Aproveite e confira as nossas 10 Dicas de Ouro sobre as Redes Sociais para a sua empresa Vender Mais e Melhor.

Gere interesse e fuja da mesmice de só publicar somente fotos de produtos e promoções.

4 – Gere conteúdo

É importante fazer com que o cliente se sinta amigo da marca. Muitas empresas possuem um setor dedicado ao blog e por lá, normalmente, escrevem sobre suas experiências de mercado, dicas, treinamentos, comparativos e tudo que possua relevância para os futuros clientes.

É claro que não é para expor o grande segredo, mas compartilhar boas informações, daquelas que rolam com outros empreendedores durante as negociações, informações que ajudem a encaminhar esses visitantes para o seu produto/serviço. 

5 – Bom atendimento

Só a visita não é o suficiente, certo? O objetivo principal do Marketing Digital para pequenas empresas são as vendas, e quando feitas com bom atendimento o cliente satisfeito voltará e indicará o seu negócio.

Essa boa venda sem dúvida trará novos clientes. Pessoas que conhecem um trabalho de boa qualidade costumam indicá-lo para outras pessoas, que já que estão no mesmo círculo de amizade e possuem algum interesse em comum, então essa indicação é ótima para vender mais.

Fidelização de clientes não é algo que cai do céu, é preciso trabalhar bastante com estratégias e até mesmo “bajular” os compradores com pequenos detalhes, que podem fazer total diferença na receita final.

São os pequenos gestos que surpreendem os clientes.

Exemplo: que cliente de produtos de beleza e maquiagem não ficaria feliz em receber, na sua casa, além dos seus pedidos um pincel para base personalizado pela marca da loja como brinde?

6 – Fique de olho nas grandes empresas

Preste atenção nos grandes nomes do seu setor para não ter tempo para os erros, inspire-se neles. É possível replicar alguma das estratégias, ajustando poucos detalhes do Marketing Digital para pequenas empresas.

Muitas vezes o barato sai caro, ir na onda do “amigo” que começou a desenvolver sites agora, com pouquíssima noção técnica, pode te trazer grandes problemas. Diferentemente de quando o investimento é feito com profissionais especializados em Marketing Digital para pequenas empresas, carregados de bagagem e reconhecimento.

7 – SEO

As estratégias de SEO são indispensáveis para todos os empreendedores que querem sempre ser lembrados pelos velhos clientes e conhecidos pelos novos. Ou seja, necessário durante o processo de criação do Marketing Digital para pequenas empresas.

Essas estratégias são ações que fazem com que o seu negócio apareça em destaque nos resultados orgânicos e pagos no maior site de buscas.

E cá entre nós, nesse mundo digital estar bem com o Google é estar bem com bastante coisa. 😀

Colocando em Prática

É gritante o tanto que o Marketing Digital pode abrir espaço para as novas empresas, levando ao conhecimento de clientes e lugares que até mesmo para os criadores da marca seriam bem improváveis.

Exemplos de sucesso que foram criados com a ajuda de um bom desenvolvimento no meio virtual não faltam, por isso estude e conheça cada vez mais estratégias para alavancar as suas vendas.

Para quem não tem nenhuma noção do marketing digital ou na correria do dia a dia não sobra tempo para essas funções, é recomendado procurar pela ajuda de profissionais da área.

Cadastre-se GRÁTIS na nossa Live. Prometo que será uma grande ajuda no desenvolvimento do Marketing Digital para o seu negócio começar a vender mais e melhor, todos os dias. 😉

Aprenda a usar o SEO no Marketing Digital para vender mais

Aprenda a usar o SEO no Marketing Digital para vender mais

Para o SEO no Marketing Digital não basta apenas ter um site impecável, com conteúdos de ótima qualidade e visitantes vindos do Facebook ou Twitter, por exemplo. Isso porque somente essas coisas não garantem um bom posicionamento no Google e no meio online é importante ter a “aprovação” desse site.

Quando falo no Google, estou falando também dos outros mecanismos de busca, como o Yahoo e o Bing.

Caso você ainda não tenha muita intimidade com o SEO no marketing digital ou é novo nesse ramo das vendas online, deve estar se perguntando porque é tão importante aparecer e estar bem posicionado nos sites de busca.

E a resposta é porque para praticamente todos os setores, de e-commerce a loja física, ser visto é fundamental para conquistar reconhecimento e novos clientes. Caso contrário, a empresa terá eternamente apenas um tipo de público, que é só aquele que tem acesso ao Facebook ou Twitter.

E quando falamos de Marketing Digital falamos de Tráfego, e quando falamos de Tráfego, queremos o orgânico (“gratuito”) e para isso SEO é indispensável.

SEO quando traduzido literalmente para o português significa Otimização para Motores de Busca, ou seja, o SEO no Marketing Digital são as técnicas que um site deve obter para que as ferramentas de busca entenda o seu conteúdo, classifique como relevante e o posicione com uma boa classificação.

É essa boa classificação que garante cada vez mais visitas de todo mundo, essas visitas são oriundas das buscas orgânicas (que não precisam ser pagas para aparecer), em palavras mais simples: buscas orgânicas são as pesquisas que fazemos diariamente no Google.

As técnicas do SEO, vão desde a forma que a URL aparece, o título da página, palavras-chave de um texto (aparição nos intertítulos), Link Building (estratégias que buscam criar links externos que levem o consumidor a um determinado site) e muito mais.

A estratégia das palavras-chave é uma das mais utilizadas pelos os profissionais de SEO.

A palavra-chave quando bem posicionada pode fazer muita diferença no número de visitas e também nos resultados das vendas de um site.

Palavras-chave que são muito pesquisadas nos sites de buscas possuem uma concorrência gigantesca, por isso é necessário bastante conhecimento na hora de montar uma estratégia com elas.

Quase sempre são os grandes portais que aparecem na frente, porque são eles que recebem as maiores quantidades de clique e são vistas pelos mecanismos de busca como seguros e relevantes para o público.

Também é muito importante estar bem posicionado ao público alvo correto, de nada adianta um grande número de visitas se nenhuma dessas visitas voltarão um dia ou sequer possuem interesse em se tornar clientes. Essas são as visitas vistas como desqualificadas, que, por enquanto, podem ser ignoradas pela marca.

A Importância de usar SEO no Marketing Digital

É indiscutível que, hoje em dia, as marcas precisam fazer parte do mundo digital. Vence nesse meio a empresa que sabe investir no Marketing Digital e estar em constante mudança devido as evoluções técnicas para gerar visibilidade aonde o cliente se encontra.

Já explicamos o que é o SEO, o quanto ele é importante para o seu negócio vender mais e melhor, certo? Então, sabendo de tudo isso, é possível afirmar que essa ferramenta é parte das estratégias que compõe um bom planejamento de Vendas e Marketing Digital.

O SEO no Marketing Digital é a melhor maneira de gerar visibilidade a uma marca, produto ou serviço. Para usá-lo é necessário ter um plano de ação que abranja as seguintes situações:

 

Combinar estratégias para aumentar os resultados

Estratégias para aumentar os resultados

O nome “SEO no Marketing Digital” já deixa claro que o plano é unificar forças, então quem opta por aprender sobre essa estratégia deve ter em mente que tanto o bom posicionamento através dos resultados por busca orgânica como os Links Patrocinados são importantes para o desenvolvimento de um negócio no mundo digital.

Até porque o sucesso do bom Marketing Digital está ligado a combinação de estratégias que melhoram o posicionamento da marca, sua visibilidade e principalmente as vendas.

Já foi comprovado, segundo um estudo do maior site de buscas do mundo, o Google, que a combinação do SEO e do Google Adwords aumenta os cliques para uma página.

Diferentes estratégias, o mesmo objetivo

Diferentes estratégias

Campanhas de uma mesma empresa podem ter o mesmo objetivo que é vender, por exemplo, mas para perfis diferentes.

Pode se criar uma estratégia usando o SEO que proporciona resultados a “longo prazo”, mas que nunca param de funcionar. Já uma campanha com links patrocinados, por exemplo, faz com que os resultados sejam mais rápidos, mas com uma validade determinado. 

Ou seja, enquanto o objetivo do SEO é levar novos clientes até o site, independentemente da promoção, da ação e da época; o Adwords (anúncios pagos) quer resultados imediatos, em poucos minutos é possível ter bons resultados, mas há um prazo de validade para que esse “boom” tenha fim.

Na prática, é possível ver mais facilmente como essas duas estratégias se apoiam. As duas querem visitantes ou clientes, mas fazem isso de maneiras diferentes. Essa é a magia do SEO no marketing digital.

Cooperação com as informações obtidas

Cooperação com as informações

A junção da otimização de SEO em diferentes canais, com os dados das ações desenvolvidas através dos links patrocinados, geram um ótimo produto de análise para planejamento de futuras campanhas que graças a esses estudos podem trazer resultados mais assertivos. 

Saber aonde se pisa é a melhor maneira de trabalhar. O SEO no Marketing Digital permite que empresários e empreendedores enxerguem cada vez mais, nas diferentes análises de campanhas realizadas, a eficiência e os pontos necessários para a sua empresa vender mais. 

Quando se utiliza os links patrocinados (tráfego pago) como fonte de informações, é possível conseguir dados que valem muito para o apoio de futuras estratégias, como:

  • Oportunidades de trabalhar com diferentes palavras chaves para SEO até achar o melhor resultado;
  • Maiores opções para aplicar Link Building;
  • Números mais sérios sobre o volume de tráfego. 

Agora que você já sabe um pouco mais como utilizar o SEO no marketing digital e como essa junção é importante para os bons resultados, invista nessa estratégia. Uma boa Consultoria de Vendas e Marketing Digital é o que fará a diferença no seu negócio.

Muito obrigado por acompanhar o Blog da COELHO Marketing e até o próximo post. 😉

Fale com um Consultor

6 Dicas Rápidas Para Aumentar a Taxa de Abertura dos Seus Emails + BÔNUS

6 Dicas Rápidas Para Aumentar a Taxa de Abertura dos Seus Emails + BÔNUS

A taxa de abertura é sem dúvida a métrica principal para ser controlada nos seus e-mails.

 

Apesar de toda a atenção e crescimento das ferramentas de Marketing Digital como as Mídias Sociais e o Marketing de Conteúdo, é muito difícil encontrar algum especialista que não considere o e-mail a arma mais poderosa no arsenal de vendas de uma empresa.

 

O e-mail ainda é a maneira mais fantástica e eficaz de levar o seu negócio para os seus clientes, criar engajamento e, finalmente, aumentar as vendas.

 

Se os seus e-mails estão sendo lidos, então você já chegou em 50% do caminho para fechar uma venda.

 

Para um e-mail atingir seu objetivo, ele precisa ser aberto por quem recebeu.

 

Devido a quantidade de e-mails que recebemos todos os dias e o fato da caixa de entrada da maioria das pessoas ser muito parecido com um “quarto de adolescente”, a taxa de abertura de e-mail é uma métrica amplamente discutida e analisada nos dias que devemos ficar de olho.

 

Porém, existem algumas estratégias muito fáceis e efetivas que você pode e deve implementar, hoje mesmo, para chamar a atenção do seu cliente e despertar o interesse em clicar e ler o seu e-mail.

 

Confira as dicas para maximizar sua taxa de abertura de e-mail:

 

1 – Utilize Assuntos Mais Longos para Gerar Curiosidade

Gere Curiosidade

A empresa de marketing on-line Get Response analisou “apenas” 375 milhões de e-mails para descobrir o que tinha de especial nos e-mails com taxas de abertura maior. Eles notaram algo interessante quando se tratava do tamanho do assunto.

 

Os e-mails com mais de 61 caracteres em sua linha de assunto tiveram as taxas de abertura mais altas com uma média de 12,38% (10% é considerado uma boa taxa de abertura). E os assuntos curtos e diretos que acreditamos ser eficazes? Temos que compreender que os nossos visitantes, leitores e clientes não pensam da mesma maneira que nós.

 

Lembre-se que geralmente os seus atuais e futuros clientes sabem menos do que você sobre o que é oferecido, recebem milhares de e-mails juntos além do seu e um assunto aparentemente cativante como “Aprenda Agora ou Somente até Amanhã” não conseguirá ativar qualquer curiosidade.

 

Crie assuntos com alguma informação específica, sem dar muito detalhes para atrair a atenção e você verá sua taxa de abertura aumentar rapidinho.

 

2 – Conteúdo de Qualidade

conteúdo de qualidade

Se seu contato considera o seu conteúdo relevante, útil e de “valor”, sua taxa de aberta dará um pulo. Se, por outro lado, você está apenas enviando informações que poderiam facilmente encontrar em qualquer lugar – ou pior, somente preço, produto e promoções, o tempo todo – suas mensagens vão acabar na lixeira, sem uma segunda chance.

Ofereça para a sua lista uma boa razão para abrir o e-mail. Assim como em uma publicação no blog, um vídeo no Youtube, um ebook para download o e-mail também deve ser um conteúdo de valor para os leitores.

 

3 – Escreva Para Um Amigo

escreva para um amigo

Ainda não sei ao certo se a personalização do assunto com o nome do destinatário é uma estratégia eficaz para melhorar as taxas de abertura 🙄 , mas uma coisa é certa, ninguém pode usar algo como “Caro Sr, Madame, Ilustríssimo” e esperar que o destinatário clique nesse e-mail.

 

Assumir um grau de familiaridade e proximidade com a lista é uma jogada vencedora – então tire esse chapéu corporativo e converse com seus leitores como faria com um amigo.

 

4 – Use Números no Assunto

Utilize números no assunto

Não importa se você vai escrever um e-mail, uma postagem no blog ou vídeo no Youtube é provado que usar números em títulos e assuntos melhora a taxa de abertura do que escrever o número por extenso. Quer um exemplo? Escrever 69 vai ser bem mais atrativo que simplesmente escrever sessenta e nove.  😎

 

O esquema por trás disso é muito simples e tem sido um guia básico desde a década de 90. Ao ler qualquer tipo de texto on-line, a maioria das pessoas não leem todas as palavras de cima para baixo, do inicio até o fim.

 

Geralmente os leitores “escaneiam” o texto com o objetivo de encontrar palavras que estão diretamente ligadas as suas dores, dúvidas e objeções. Incluir números (dígitos) é uma ótima estratégia para fazer os leitores realmente prestar atenção no conteúdo que enviamos.

 

5 – Seja Consistente

seja consistente

Uma vez que você analisou e validou a frequência e horário ideal para envio dos e-mails, é sensato aderir a essa frequência em vez de enviar aleatoriamente mais ou menos e-mails em qualquer horário do dia.

 

Mantenha uma certa regularidade para os seus leitores. Além de ficarem mais propensos a abrir seus e-mails, eles estarão ansiosos por eles e por essa razão, aumentar a taxa de abertura dos e-mails.

 

6 – Ajuste o Seu Relógio

ajuste o seu relógio

A hora do dia em que alguém recebe um e-mail pode desempenhar um papel importante se está sendo aberto ou lido. Vários estudos apontam que o momento ideal são as tardes durante a semana.

A melhor estratégia sem dúvida é analisar as taxas de abertura de seus e-mails com testes A/B em diferentes dias e horários para detectar os melhores padrões para as suas listas. Claro, se a sua base de clientes for internacional, uma boa ideia é criar diferentes segmentos com base em seus fusos.

 

DICA BÔNUS

 

Se você ainda não possui listas de e-mails, sistemas de automação de e-mail mas quer acompanhar a taxa de abertura dos e-mails enviados para os seus clientes ou até mesmo para os amigos, utilize um rastreador de e-mail (e-mail tracker).

 

Com um simples plugin instalado no Google Chrome a sua conta do Gmail passa a ter essa fantástica função. E para isso eu indico os seguintes plugins:

 

Mailtrack.io

plugin mailtrack 

Esse plugin simplesmente adiciona um símbolo bem conhecido para indicar que o e-mail foi aberto e também informa o horário de abertura.

 

Wizy.io

plugin wizy

Com esse plugin, além de conseguir verificar se o e-mail foi aberto, você poderá criar listas, modelos de e-mail, agendar envios e mais algumas funções que valem a pena conhecer.

 

Ambos os plugins possuem planos gratuito. Teste e escolha a melhor ferramenta para controlar a taxa de abertura dos seus e-mails.

 

Espero que essas dicas melhorem muito a taxa de abertura dos seus e-mails e consequentemente aumente suas vendas.

 

Precisa de ajuda para ajustar seus e-mails e aumentar suas vendas?

 

Se você deseja conhecer mais estratégias de captação de clientes além do e-mail marketing, entre em contato e descubra como posicionar o seu negócio na internet para vender mais.

Um grande abraço e até o próximo artigo. #ftwr

 

Fale com um Consultor

 

O que é Persona, para que serve e como utilizar no seu Marketing Digital?

O que é Persona, para que serve e como utilizar no seu Marketing Digital?

Aprenda de uma vez o que é Persona, para que serve e como utilizar na sua estratégia de Marketing Digital.

 

Hoje vamos falar sobre as PERSONAS (Avatar), a pessoa ou melhor, as pessoas ideais para você vender o seu produto ou serviço. Se você, já jogou RPG, com certeza você sabe o que é uma Persona.

 

Persona ou Avatar, é um personagem “criado” para representar o seu cliente, o seu comprador ideal. Se você já possui uma base de clientes ativos, é essa lista que devemos analisar para criar as suas Personas.

 

Caso você ainda não possua clientes (se for um negócio novo), pesquise o seu mercado, concorrentes e faça uma boa análise do público-alvo para conhecer melhor as suas Personas.

 

QUAL A DIFERENÇA ENTRE PERSONA E PÚBLICO-ALVO?

 

Público-Alvo:

Exemplo de Público

É mais geral, mais abrangente. Pode ser definido pelos seguintes critérios: faixa etária, região, classe social, poder de compra, comportamento e preferências. O ideal é que ele seja definido com base em mais de um critério.

 

O público alvo da COELHO Marketing é formado por homens e mulheres de 30 a 50 anos, empresários ou profissional liberal, preferencialmente residentes da Grande Florianópolis, que buscam melhorar suas vendas na internet ou implantar o Marketing Digital no seu negócio.

 

Persona:

Exemplo de Persona

É bem específica. Maria Eduarda, 37 anos, sócia de uma pet-shop, casada, uma filha de 6 anos, formada em administração, adora uma balada, não sai do Facebook, quer aprender a melhor forma de promover o seu negócio nas redes sociais e atrair mais clientes para a sua loja.

 

Conseguiu ver a diferença? Persona é uma pessoa selecionada do seu público-alvo. Lembre-se, você pode e deve criar mais de uma persona. Afinal você não tem apenas um tipo de pessoa, você tem um público.

 

PARA QUE SERVE A PERSONA?

 

Como é um pouco complicado e muito amplo, trabalhar com sistemas e campanhas de vendas online pensando em um grande público, criamos as Personas.

 

Assim no momento que desenvolvemos conteúdo, podemos direcionar as nossas ideias nesse Avatar. Como é a sua jornada de compra, quais as dúvida e objeções que ela possui antes de fechar negócio com você. Oferecer o conteúdo certo para a pessoa certa e principalmente definir os assuntos/tópicos que serão abordados no seu material.

 

Sem definir uma Persona, você pode desviar do seu público-alvo e errar na comunicação com o seu cliente. Enviar promoções de carros para quem procura moto, ou criar um conteúdo extremamente técnico para uma persona que busca apenas uma simples explicação.

 

COMO CRIAR UMA PERSONA

criar uma persona

Se você conhece bem o seu cliente padrão, tudo fica mais fácil, até porque muitas vezes você já sabe quais são as características, dúvidas e inclusive qual conteúdo ela consome e em qual plataforma, quais são suas atividades pessoais e profissionais.

 

Caso você não possua uma lista de clientes, porque vai iniciar ou acabou de iniciar o seu negócio, essa tarefa é um pouco mais complicada… minha dica é efetuar uma análise da concorrência e analisar o perfil do seu público. Aproveite as redes sociais, são uma excelente ferramenta. Verifique nos comentários e compartilhamento do conteúdo dos seus concorrentes. Sem dúvida é uma ótima fonte de dados. Com isso você consegue aproximar os detalhes e características para criar as suas Personas.

 

Para ajudar nesse processo confira os seguintes itens:

  • Características físicas e psicológicas;
  • Atividades pessoais e profissionais mais comuns;
  • Seus maiores objetivos, desafios e obstáculos;
  • Tipo de informações que consome;
  • Quem são seus influenciadores.

 

Essas são algumas dicas para desenvolver as suas Personas. Outras informações deverão ser levantadas com uma pesquisa direta (pergunte para os seus clientes), você pode enviar uma pesquisa por e-mail (Google Form, SurveyMonkey) ou utilizar o bom e velho telefone.

 

Após levantar esses dados, o próximo passo é detalhar o perfil:

  • Nome da Persona (você escolhe);
  • Sexo;
  • Idade;
  • Cargo/Ocupação;
  • Ramo de atividade;
  • Nível de escolaridade;
  • Meios de comunicação utilizados.

 

Organize esses dados em uma planilha para poder classificar e facilitar a análise dos dados. Se preferir utilize o Fantástico Gerador de Personas desenvolvido pela Resultados Digitais em parceria com a Rockcontent. Esse app ajuda você no passo a passo da criação de forma simples e organizada, ao final gera um PDF com as informações que inclui até foto do seu Avatar.

 

Esses personagens serão as estrelas do seu planejamento de Marketing. Quando você escreve um post, grava um vídeo ou está pesquisando sobre novos conteúdos e estratégias, sem dúvida tudo fica mais fácil e mais certeiro quando você conhece bem as suas Personas.

 

RESUMO

 

  1. Público-alvo é abrangente, Persona é específica;
  2. Facilita o desenvolvimento de conteúdo e todo o planejamento de Marketing;
  3. Analise sua lista de clientes atual ou pesquise o seu concorrente;
  4. Levante os dados relevantes sobre o seu público (principalmente dores e objeções);
  5. Estude bem suas Personas.

 

Depois de definir as Personas, você estará pronto para se comunicar da maneira mais certeira e adequada com seus clientes.

 

O próximo passo é conhecer a jornada de compra dessas personas e ajustar o seu Funil de Vendas, mas esse é assunto para um próximo post. 😀

 

Se você quer a minha ajuda para desenvolver o seu planejamento de Marketing Digital, participe GRÁTIS das nossas Lives.

O que é Inbound Marketing e como aplicar no seu negócio para Vender Mais

O que é Inbound Marketing e como aplicar no seu negócio para Vender Mais

Se o seu desejo é VENDER MAIS E MELHOR TODOS OS DIAS, você precisa conhecer o Inbound Marketing e suas etapas.

 

Vamos ATRAIR, CONVERTER, FECHAR e ENCANTAR novos clientes para o seu negócio.

 

Provavelmente você já deve ter ouvido falar sobre Inbound Marketing, Marketing de Atração, também conhecido como Marketing de Conteúdo. Se bobiar já utiliza algumas das ações do Inbound Marketing no seu negócio.

 

O Inbound Marketing tem sido o método de marketing mais eficaz para fazer negócios online. Foi criado pelo Americano e fundador da HubSpot Brian Halligan em 2006, mas ficou popular somente em 2009, após o lançamento do livro “Inbound Marketing: seja encontrado usando o Google, a mídia social e os blogs”, de Brian Halligan e Dharmesh Shah.

 

A cada dia, várias empresas de diferentes portes, inclusive a COELHO Marketing, utilizam esse método para conquistar mais e mais clientes, gerar mais vendas e ampliar sua autoridade online.

 

O método consiste na criação de conteúdo de qualidade para atrair novos Leads  (potencial consumidor), que irão querer consumir o seu serviço ou produto. Lembre-se: Atrair e não empurrar goela a baixo, um conteúdo que você nem mesmo gosta ou sequer possui qualquer interesse.

 

A grande diferença entre Inbound Marketing e o Marketing Tradicional (Outbound Marketing), é que no Inbound o cliente é quem procura a empresa e todas as ações de Inbound Marketing podem ser mensuradas.

 

Diferente do Marketing Tradicional/Off-line, no qual você não sabe realmente quantas pessoas:

 

  • Visualizaram o seu conteúdo;
  • Viram esse conteúdo e visitaram o seu site;
  • Foram convertidas para sua lista de e-mail;
  • Fecharam uma compra do seu serviço ou produto.

 

Eu não tenho nada contra o marketing tradicional, também utilizo várias ferramentas de Outbound Marketing para prospectar novos clientes, todos os dias.

 

No entanto, sei que pode ser uma estratégia muito cara e com uma eficácia impossível de ser mensurada. Isso vale em geral, para todas as mídias tradicionais (panfletos, busdoor, anúncios em revistas, entre outros).

 

Devemos também considerar o risco – comum – de ser necessário aplicar alguns ajustes no meio da campanha, alterar uma imagem, atualizar uma chamada para ação… Vai sair muito mais caro ao fim do processo, devido os custos de material, impressão, instalação e até mesmo distribuição.

 

No Marketing Digital tudo é editável, tudo pode ser alterado e melhorado a qualquer momento, e isso é uma das coisas que mais é feito no marketing online: o famoso teste A/B.

 

Testar, alterar e analisar todas as ações para alcançar os melhores resultados. Ou seja, após conhecer as informações, é possível otimizar as campanhas, com o objetivo de atingir o melhor Retorno Sobre Investimento (Return On Investment – ROI).

 

As 4 ações de Inbound Marketing são: ATRAIR, CONVERTER, FECHAR e ENCANTAR.

 

Vamos entender um pouco mais de cada ação?


1 – ATRAIR

aatrair clientes

 
Não queremos apenas qualquer tráfego para o nosso site, queremos o tráfego certo. Queremos visitantes com a maior probabilidade de se tornarem potenciais consumidores (Leads). Ao publicar o conteúdo certo, no lugar ideal, e no momento adequado, o seu Marketing se torna relevante e útil para os clientes certos.

 

Quem são as pessoas “certas”? Nossos clientes ideais, também conhecidos como Personas.

 

Algumas das ferramentas mais importantes para atrair os visitantes certos para o seu conteúdo são:


BLOG

É impossível pensar em Inbound Marketing sem um Blog de Vendas. Um Blog é a melhor maneira de atrair novos visitantes para o seu site e, claro, é o melhor local para publicar o seu conteúdo. Esse é o seu terreno, você dita as regras.


SEO

Seus clientes começam o processo de compra geralmente usando um motor de busca (Google, Yahoo, Bing) para encontrar algo que têm dúvidas, geralmente buscam soluções sobre algo, ou alguma coisa. Então, você precisa ter certeza de que você é referenciado nas buscas e encontrado pelo seu cliente.

 

Para fazer isso, você precisa analisar e escolher cuidadosamente as palavras-chave ideais, aquelas que os compradores utilizam para encontrar o seu produto ou serviço, Então, é o hora de criar conteúdo útil com essas palavras e otimizar as páginas.


Páginas

As páginas do seu site são como uma vitrine de uma loja. Portanto, coloque o seu melhor para ser visto! Otimize seu site para atrair novos compradores. Mantenha sempre suas páginas atualizadas e nunca esqueça de ser 100% responsivo para se ajustar a sua vitrine em qualquer tamanho de tela.


Rede Social

Para ter uma estratégia de atração bem-sucedida, você não pode esquecer das Redes Sociais para compartilhar e impulsionar os seus conteúdos, página, vídeos e todo material rico desenvolvido. Você deve estar presente nas redes onde suas Personas passam o tempo.


2 – CONVERTER

converter leads

 
Uma vez que você atraiu novos visitantes para o seu blog/site, a etapa seguinte é converter esses visitantes desconhecidos em pessoas conhecidas, coletando suas informações de contato. No mínimo, você irá pedir nome e e-mail.

 

Informações de contato é a moeda mais valiosa para negócios on-line. Assim, para que seus visitantes entreguem seus dados, você precisa oferecer algo de valor em troca! Esse “pagamento” vem na forma de conteúdo rico, como eBooks, whitepapers, modelos de documentos e planilhas, checklists ou qualquer informação útil, interessante e valiosa para os seus Leads.

 

Algumas das ferramentas mais importantes na conversão de visitantes para Leads incluem:


Formulários

Para que os visitantes se tornem Leads, eles devem preencher um formulário e enviar suas informações. Otimize seus formulários para tornar essa etapa do processo de conversão o mais fácil possível.


Chamadas Para Ação (Call to Action – CTA)

São botões, links, frases que incentivam seus visitantes a uma ação, como ” inscreva-se na nossa newsletter” ou “baixe agora o nosso e-book grátis”. Se você não tiver chamadas para ação ou suas chamadas não forem atraente o suficiente, você não vai gerar Leads.


Páginas de Destino (Landing Pages)

Quando um visitante do site clica em uma chamada para ação, eles devem ser enviados para uma página de destino. Uma página de destino é onde a oferta do call-to-action é cumprida, e onde o formulário para troca de informação é apresentado.

Quando o visitante do site preencher um formulário em uma página de destino pela primeira vez, esse visitante se torna um contato.


3 – FECHAR

fechar vendas

 
Você atraiu os visitantes certos e converteu os Leads corretos, mas agora você precisa transformar esses Leads em clientes. Como você pode realizar essa façanha? Algumas ferramentas de marketing podem e devem ser usadas nesta fase, para certificar que você está fechando com o Lead certo, no momento ideal.

 

Conheça algumas dessas ferramentas:


CRM

Acompanhe os detalhes sobre todos os clientes, empresas e negócios em seu funil de venda, e entre em contato com o Lead no momento certo.

Os sistemas de Gerenciamento de Relacionamento com o Cliente (Customer Relationship Management – CRM) além de facilitar as vendas, certificam que você terá as informações certas ao alcance de seus dedos, para se envolver melhor com os clientes em potencial.

Com os relatórios gerados pelo CRM, você saberá quais ações de marketing estão gerando os melhores resultados. E você, ou sua equipe de vendas, saberá qual Lead está no momento certo para a compra.


E-mail

O que você faz se um visitante clicar na sua CTA, preencher um formulário para baixar o seu e-book, mas ainda não está pronto para se tornar um cliente? Simples: envie, em etapas, uma série de e-mails focados no conteúdo relevante para o Lead, preparando para o fechamento do negócio.


Automação de Marketing

Este processo envolve a criação de modelos e sequências de e-mails personalizados e automatizados para as suas listas conforme o estágio do funil de vendas.

Por exemplo, se um visitante baixou um e-book seu sobre um determinado tópico no passado, o sistema de automação dispara automaticamente uma série de conteúdos relacionados. Desse modo a automação irá qualificar, ou melhor, aquecer o seu Lead, até o momento da compra.


4 – ENCANTAR

encantar clientes

 
Após ATRAIR, CONVERTER e FECHAR, você deve continuar com a produção de conteúdo útil para ajudar a resolver outros problemas, conforme o interesse do seu público e entregar um excelente serviço de pós-venda. Somente assim vamos conseguir converter um visitante em cliente, e um cliente em um divulgador.

 

Um cliente divulgador é um soldado da sua marca que fica responsável por ENCANTAR dezenas, centenas e até milhares de clientes utilizando a melhor arma de marketing que é o boca a boca, e assim atrair mais visitantes e mais vendas, todos os dias.

 

Só porque alguém já fechou negócio com você não significa que você pode esquecê-lo! Lembre-se, é muito mais fácil vender algo para um cliente do que vender para um desconhecido. Você pode oferecer um upsell do seu serviço/produto, renovar um contrato ou vender algo totalmente novo, para a sua base de clientes ativos.

 

Algumas ferramentas utilizadas para encantar os clientes são:


Pesquisas

A melhor maneira de descobrir o que seus usuários querem é perguntando. Utilize as pesquisas para garantir que você está fornecendo aos clientes aquilo que eles realmente estão procurando.


Mais Conteúdo

Fornecer aos seus clientes existentes conteúdo útil, e com foco nos interesses, é uma excelente forma de ajudá-los a atingir os objetivos, vender novos serviços/produtos e transformá-los em divulgadores da sua marca.


Monitoramento Social

Acompanhe os comentários dos seus conteúdos. Fique atento às perguntas, sugestões, gostos e desgostos de seus clientes. Sempre falo que os comentários são as melhores fontes de conteúdo.


RECAPITULANDO

Fluxograma da Consultoria de Vendas e Marketing Digital

 

  • Criação de Conteúdo e Distribuição – Crie conteúdo direcionado que responda às perguntas e necessidades básicas dos clientes e, em seguida, compartilhe esse conteúdo.
  • Personalização – Adapte o seu conteúdo aos desejos e necessidades dos seus Leads e futuros clientes. A medida que você aprender mais sobre eles, você pode e deve personalizar melhor suas mensagens e conteúdos.
  • Multi-canal – O Inbound Marketing é multicanal porque atinge as pessoas onde elas estão, no canal em que elas escolheram para interagir com você.
  • Integração – Criação de conteúdo, publicação e análise trabalham juntos como uma máquina, permitindo que você se concentre em publicar o conteúdo certo, no lugar ideal, no melhor momento.

 

O mercado está aderindo a metodologia do Inbound. Isso porque o Inbound Marketing pode sair até 62% mais barato que o Marketing Tradicional.

 

Não possuir uma estratégia de Inbound Marketing para o seu negócio pode ser um fator decisivo, que irá resultar em ficar atrás dos seus concorrentes, em especial aqueles que já adotam o método.

 

Agora que você já sebe o que é Inbound Marketing, você pode levar o seu negócio para o próximo nível e começar a vender mais e melhor, todos os dias.

 

Se você deseja a minha ajuda para desenvolver e aplicar as ações de Inbound Marketing para a sua empresa, você já sabe como me encontrar.

 

Um grande abraço e até o próximo post 😉

Fale com um Consultor